Feliz Natal

Bom, primeiramente desculpem atraso por não estar postando isso no dia 25 (é que já passa da meia noite), mas como havíamos prometido, aqui está o post de Natal, e nada melhor que uma lista com vários filmes de Natal, para quem quiser assistir e prolongar o espírito natalino. Esse post era para ter saído antes mas, devido à contra-tempos, não deu. Mas aqui estamos! Espero que gostem e aproveitem, e Feliz Natal!

O Estranho Mundo de Jack (1993)

A animação em stop motion de Tim Burton é sem dúvida um dos meus filmes favoritos. O filme conta a história de Jack Skellington, um ser fantástico que vive na Cidade do Halloween, onde tudo o que os moradores desse lugar peculiar fazem é assustar. Porém, um dia, Jack acaba chegando à Cidade do Natal, e lá fica maravilhado com as luzes coloridas, a neve e tudo que envolve essa época mágica (nessa cidade, os habitantes vivem em função do dia 25 de dezembro, e em espalhar a alegria). Logo o protagonista, quando retorna à Halloween, decide que eles também farão parte e terão seu Natal. No entanto, as coisas não saem bem como deveriam.

 Não vou falar mais sobre o filme, pois recomendo, e muito, que vejam. Jack e sua namorada Sally (uma versão feminina, delicada e sentimental do Frankenstein) se tornaram um dos casais mais famosos no cinema. O filme foi todo feito de massinha (não é bem massinha de modelar, mas é semelhante) o que, para a época em que foi feito e lançado, era algo totalmente incomum.
Jack e os demais personagens fizeram tanto sucesso que, hoje em dia, a quantidade de produtos deles é incontável. De camisetas à bonecos, passando por canecas, chaveiros e toy arts.

Quem não viu, veja! Deixo o trailer antigo e o novo, já da versão remasterizada, só para dar gostinho! Ah é, e quem já viu, veja de novo!


Links:http://www.imdb.com/title/tt0107688/ ; http://www.adorocinema.com/filmes/estranho-mundo-de-jack/

De Ilusão Também se Vive / O Milagre da Rua 34 (1947 – 1994)
Um clássico natalino; tanto a versão original de 1947, quanto o remake de 1994 são lindíssimos. Impossível assistir ao filme e quando terminar não estar em clima de Natal.
Cada um dos filmes tem uma sinopse diferente, porém a história é a mesma. Susan (Natalie Wood / Mara Wilson) é uma garotinha que afirma, com toda a certeza, que Papai Noel não existe. Porém, um velinho bondoso de barbas brancas é contratado para trabalhar na mesma loja que a mãe (Maureen O’Hara / Elizabeth Perkins) de Susan, como Papai Noel. No entanto, Kris Kringle (Edmund Gwenn / Richard Attenborough), esse adorável senhor, diz ser o bom velinho de fato, e que está lá para fazer Susan e outras pessoas acreditarem nele e, por consequência, no espírito natalino e em tudo que ele traz.
Uma curiosidade sobre o original (que também é conhecido por De Ilusão Também de Vive), é que ele foi lançado em maio, e não em dezembro, na época do Natal.


Links: http://cinemaclassico.com/index.php?option=com_content&view=article&id=2391:milagre-na-rua-34&catid=45:filmes&Itemid=54 ; http://www.interfilmes.com/filme_15501_milagre.na.rua.34.html ; http://www.cineplayers.com/filme.php?id=1754 ; http://www.imdb.com/title/tt0039628/

O Grinch (2000)
Baseado no conto de Dr. Seuss (Theodor Geisel). O Grinch (Jim Carrey) é uma criatura verde e mesquinha que odeia o espírito de Natal. Ele pretende estragar a festa dos moradores de Quem-lândia, roubando presentes e enfeites com a ajuda de seu cãozinho Max. Ao mesmo tempo, a pequena Cindy Lou Quem (Taylor Momsen), moradora de Quem-lândia, observa as pessoas pensando apenas em compras, presentes e enfeites e quer saber o significado do Natal. Os caminhos de Cindy Lou e do Grinch se cruzarão e, juntos, conhecerão o verdadeiro espírito do Natal.
O filme de Ron Howard (que também dirigiu Uma Mente Brilhante – 2001; e Anjos e Demônios – 2009), apesar de ser uma versão de um livro infantil, de filme de criança não tem nada. Com todas as variações de verde e vermelho, inclusive em tons saturados, o diretor conseguiu captar até as menores nuances de sentimentos dos personagens em relação ao Natal. Ah, claro, não posso deixar de citar, nem que em poucas linhas: o que é a fotografia e os cenários? Linda, lembram doces!

Jim Carrey está ótimo e irreconhecível. Não sou a maior fã dele, até por que prefiro ele em filmes dramáticos, com exceção da comédia As Loucuras de Dick e Jane (2005). Mas, nesse filme, ele não pende para nenhum dos lados. O personagem é tão único e Carrey o incorporou tão bem que, para mim, esse era uma lado dele que eu ainda não tinha visto.
O Grinch pode não ser o melhor filme do mundo, mas é uma ótima pedida para quem quer relembrar o verdadeiro significado do Natal e ainda se divertir!


Links: http://www.cineclick.com.br/filmes/ficha/nomefilme/o-grinch/id/8352 ; http://www.imdb.com/name/nm0000165/

Os Fantasmas de Scrooge (2009)

O Natal se aproxima e, como sempre, Ebenezer Scrooge (Jim Carrey) mantém seu desprezo pela data. Milionário e muito mesquinho, ele só pensa em dinheiro e não dá espaço para a emoção em seu coração, maltratando Bob Cratchit (Gary Oldman), seu fiel assistente, e ignorando seu sobrinho Fred (Colin Firth). Com a morte de seu sócio, Ebenezer recebe a visita de três fantasmas do Natal: do passado, do presente e do futuro. Cada um deles levará o velho ranzinza para uma viagem que o ajudará a refletir melhor sobre sua vida passada e a escolha que fará para o futuro.
A versão de Robert Zemickis do clássico conto de Natal, dos três fantasmas que todos já conhecem, é muito legal. Principalmente pelos efeitos utilizados na produção do filme.
A história é clássica e a fotografia do filme ficou genial. Os fantasmas de Scrooge é um filme que traz de fato, como todos sabem, uma grande lição sobre o espírito natalino.


Links: http://www.adorocinema.com/filmes/os-fantasmas-de-scrooge/ ; http://www.imdb.com/title/tt1067106/

Expresso Polar (2004)

É véspera de Natal e um garoto (Tom Hanks) está acordado. Sem acreditar mais em Papai Noel, ele espera por algo que faça com que sua crença na figura natalina retorne. De repente ele ouve um grande barulho, indo para fora de sua casa. O garoto então vê à sua frente um gigantesco trem negro com destino ao Pólo Norte, cujo condutor (Tom Hanks) o convida para embarcar. Após certa relutância, ele decide seguir viagem, afim de conhecer o bom velhinho pessoalmente e restaurar o sempre famoso espírito natalino na sua forma mais pura e sincera.
Outro filme de Robert Zemeckis que trabalha o tema Natal. Porém, essa animação traz algo genial, que é o fato de a maioria – se não todos os personagens principais – serem interpretados por um único ator.
O Expresso Polar é uma filme sobre a crença no Natal e tudo que ele envolve. A crença no Papai Noel e a forma como ele representa a data faz toda a diferença no decorrer da história. Um filme mágico e muito legal.


Links: http://www.adorocinema.com/filmes/expresso-polar/ ; http://www.imdb.com/title/tt0338348/

Esqueceram de Mim 1 e 2 (1990 – 1992)

Clássico natalino absoluto. Acredito que todo mundo já viu ambos os filmes, e não importa quantas vezes já vi, sempre que passa vejo novamente. É muito bom e muito engraçado.
A família McCallister costuma viajar no natal, mas com muitos filhos fica complicado lembrar de tudo na hora de sair, quando tudo está a maior confusão e todos estão atrasados. Por causa disso, Kevin (Macaulay Culkin) é esquecido, sozinho, no Natal.
No primeiro filme, Kevin é esquecido em casa e, no segundo, ele acaba se perdendo no aeroporto, se separando de sua família.

A partir daí, as confusões são muitas, ainda mais quando envolvem dois bandidos um tanto atrapalhados e determinados, e muito vingativos. Joe Pesci e Daniel Stern estão ótimos como os ‘bandidos molhados’.
Ambos os filmes têm cenas ótimas, como a cena em que Kevin sai do banho no primeiro filme e vai se barbear.


Links: http://www.imdb.com/title/tt0099785/ ; http://www.imdb.com/title/tt0104431/

Meu Papai é Noel (1994)
Papai Noel sofre um acidente no telhado da casa de Allen, um bem-sucedido vendedor de brinquedos (Tim Allen). Como não pode continuar seu trabalho, Noel pede para que o vendedor entregue os presentes para as crianças naquela data e explica como fazê-lo. Ele começa a ajudar, mas percebe que está engordando e sua barba crescendo. E, com o tempo, Allen transforma-se no próprio Papai Noel.
Tim Allen de bom velhinho está simplesmente genial. Até por que ele não é um Papai Noel tradicional, afinal de contas, logo que começa o novo trabalho detesta aquilo e não tem a mesma paciência e cuidado que o original tem. Com o decorrer da história ele percebe que não é só entregar presentes que faz o Natal, mas o espírito e o clima, além de boa vontade e tudo que envolve a data.


Links: http://www.cineclick.com.br/filmes/ficha/nomefilme/meu-papai-e-noel/id/10201

Um Herói de Brinquedo (1996)
Um homem de negócios (Arnold Schwarzenegger) chega atrasado na aula de caratê do seu filho, que recebeu a faixa azul. Para tentar compensar, ele promete ao menino que lhe dará qualquer coisa que ele peça no Natal. O garoto então pede o “Turbo Man”, o brinquedo sensação do momento e sonho de todas as crianças. Acontece que já é véspera de Natal e o brinquedo não existe em lugar nenhum, com todos os estoques já estando esgotados. Ele então se propõe a cumprir a promessa, não importando o quanto isto lhe custe; mas, além de se meter em uma série de complicações, ainda tem de ser mais esperto que um carteiro, que tem o mesmo objetivo dele e igualmente obstinado no seu intento.
Não tem nenhum filme melhor que esse para descrever o caos que acontece no comércio todo o ano. Acredito que seja assim em qualquer lugar: pessoas enlouquecidas atrás de presentes, sempre na última hora. Tá, não tão desesperadas quanto no filme.
O mais legal do filme é que, no decorrer da história, todos entendem o verdadeiro espirito natalino, e que nem sempre o melhor brinquedo é o melhor presente.


Links: http://www.adorocinema.com/filmes/heroi-de-brinquedo/

Sobrevivendo ao Natal (2004)
Drew Lathan (Ben Affleck) é um homem rico, que está cansado de passar o Natal sozinho. Ele decide retornar à casa onde cresceu, na esperança de recuperar o espírito natalino e as grandes festas da época. Porém há um problema: no local vive uma família completamente desconhecida, os Valco. Decidido a ter novamente um Natal em família, Drew faz uma insólita proposta: oferece US$ 250 mil aos Valco para que eles sejam sua família no Natal. Tom (James Gandolfini), o chefe da família, topa o acordo. Mas a convivência de Drew com os Valco não será das mais fáceis.
Esse filme, de início, não tem muita cara de Natal, mas é ótimo; e aborda o tema de uma forma um pouco diferente. Me lembrou um pouco ‘Um Homem de Família’ que também está nessa lista, um pouco mais abaixo. O filme deixa explícito que dinheiro não é felicidade, e que não compra tudo. O filme é muito divertido, com momentos inacreditáveis.


Links: http://www.adorocinema.com/filmes/sobrevivendo-ao-natal/

Um Natal Muito, Muito Louco (2004)
Os Kranks sempre passaram o Natal juntos, mas este ano será diferente. Com Blair (Julie Gonzalo) trabalhando como voluntária no Corpo de Paz do Peru, Luther (Tim Allen) e Nora (Jamie Lee Curtis) já estão se conformando em ter que passar um Natal solitário. Até que Luther vê um cartaz exposto em uma agência de viagens, anunciando uma excursão ao Caribe. Ao fazer as contas Luther percebe que, caso sua família não tenha uma festa natalina, ele e Nora poderão viajar. Inicialmente relutante, Nora termina por concordar com a ideia. Porém ela não agrada os vizinhos do casal, principalmente após Luther decidir não colocar no telhado seu tradicional boneco de neve iluminado, o que pode fazer com que a rua em que mora não ganhe o tradicional concurso de decoração natalina. Após várias desavenças com os vizinhos, os Kranks são obrigados a mudar de planos quando Blair liga e avisa que poderá passar o Natal em casa com eles, dando-lhes apenas 24 horas para organizar tudo.
Não adianta, eu simplesmente acho esse filme genial. De rir do início ao fim. É outro clássico de Natal. Adoro o “gelinho” e a cena do supermercado, com a disputa pelo presunto com mel,além de várias outras. O filme ainda traz a boa lição de que Natal tem a ver com solidariedade e ajudar o próximo. É muito bom, recomendo sempre.
Ah, só para constar: só hoje, esse filme já passou em 3 canais diferentes.


Links: http://www.adorocinema.com/filmes/natal-muito-muito-louco/

Uma Noite Mágica (1998)
Jack Frost (Michael Keaton) é um cantor que sempre está viajando, assim ele não pode passar muito tempo com Charlie Frost (Joseph Cross), seu filho. Ironicamente, quando Jack decide não ir fazer um teste que poderia resultar em contrato com uma gravadora, para se encontrar com Gabby Frost (Kelly Preston), sua mulher, e Charlie, para passarem o Natal juntos, Jack morre em um acidente de carro. Charlie fica bastante triste, mas um ano depois Jack retorna como um boneco de neve. Agora pai e filho podem fazer tudo que tinham perdido quando Jack era um humano, mas as pessoas estão começando a reparar que Charlie sempre conversa com seu boneco de neve. Além disto o tempo está esquentando, o que certamente derreterá o “corpo” que Jack agora habita.
O filme de Troy Miller não passa tanto assim quanto os outros na televisão, mas é um filme lindo e triste. Emocionante, sem dúvida. O valor de ter uma segunda chance, de se fazer o que não fez e um milagre de Natal guiam o roteiro do filme, fazendo-o diferente de todos os outros.


Links: http://www.adorocinema.com/filmes/noite-magica/

Um Homem de Família (2000)
Jack Campbell (Nicolas Cage) é um investidor entediado com sua longa vida de solteiro. Um belo dia, ele acorda e começa a imaginar como teria sido sua vida se tivesse se casado com Kate (Téa Leoni), sua namorada nos tempos de colégio. Até que, repentinamente, Jack acorda e se vê um feliz marido, casado com Kate, pai de duas crianças e levando uma tranquila vida no subúrbio.
Um homem de família é ótimo. E é incrível, pois tenho certeza que a maioria das pessoas já se pegou pensando em como teriam sido as coisas se algo no passado tivesse sido diferente. E aqui, nesse filme, isso é possível. E, dessa forma, ele pode escolher, entre uma vida mais simples mas feliz, ou uma vida cheia de riquezas e infeliz.


Links: http://www.adorocinema.com/filmes/homem-de-familia/

O Amor Não Tira Férias (2006)
Iris Simpkins (Kate Winslet) escreve uma coluna sobre casamento bastante conhecida no Daily Telegraph, de Londres. Ela está apaixonada por Jasper (Rufus Sewell), mas logo descobre que ele está prestes a se casar com outra. Bem longe dali, em Los Angeles, está Amanda Woods (Cameron Diaz), dona de uma próspera agência de publicidade especializada na produção de trailers de filmes. Após descobrir que seu namorado Ethan (Edward Burns) não tem sido fiel, Amanda encontra na internet um site especializado em intercâmbio de casas. Ela e Iris entram em contato e combinam a troca de suas casas, com Iris indo para a luxuosa casa de Amanda e esta indo para a cabana no interior da Inglaterra de Iris. Logo a mudança trará reflexos na vida amorosa de ambas, com Iris conhecendo Miles (Jack Black), um compositor de cinema que trabalha com Ethan, e Amanda se envolvendo com Graham (Jude Law), irmão de Iris.
Cada vez mais gosto dos filmes da Nancy Meyers, e por isso esse não seria diferente. Acho muito interessante a forma como cada um dos personagens encara o feriado de acordo com seus problemas e como as coisas de desenrolam a partir daí. Um boa comédia romântica natalina: leve, divertida, com cenas românticas, outras engraçadas, e ainda assim, um filme inteligente; que foge daquela mesmice.


Links:http://www.adorocinema.com/filmes/amor-nao-tira-ferias/

Sei que existem mais outros filmes de Natal que não entraram nessa lista. E isso não quer dizer que esqueci, ou que não gosto. Porém, coloquei os que considerei mais importantes para mim. Espero que tenham gostado! Feliz Natal para todos!
Até a próxima sessão!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s