A Informante

Kathryn Bolkovac é uma policial em Baltimore, separada e com uma filha. Para receber mais, e poder viver perto dela, Kathryn vê na Bósnia uma oportunidade única. Trabalhando, então, pela ONU, a protagonista se vê nesse país despedaço pela guerra e cheio de problemas, onde ela vai ter que se virar para de fato mudar alguma coisa.

Enredo interessante, não?

Agora, imagine-se como um policial, inserido em uma força tarefa na Bósnia. Imaginou? Agora, imagine que todos que estão ao seu redor, nesse país totalmente desconhecido para você, são pessoas corruptas que se aproveitam de alguma forma, ou de outra, da situação caótica do lugar. Torna a história ainda mais interessante, não?

Potencialize isso por cem. E agora, acredite: isso acontece. A Informante é baseado em fatos reais. O filme dirigido por Larysa Kondracki, que foi lançado em 2012, mexe com o espectador, e choca exatamente por trazer para a tela algo real e cruel.

A situação descrita no a cima, não é nem a metade da realidade, e do que é retratado no filme, onde Kathryn descobre um grande esquema de tráfico de pessoas e exploração sexual na Bósnia. Esquema que envolvia pessoas de todos os escalões. Pessoas que estavam lá para ajudar.

Com cenas que te fazem querer trocar de canal, o filme retrata tão bem, mas tão bem o momento e as vivencias dos personagens que te envolve ao ponto de que, por mais que queira você não consegue parar de assistir.

Os crimes acobertados, que aos poucos vão se revelando, onde aos poucos nomes são dados aos rostos, e a rede de envolvidos só aumenta, fazem qualquer um sentir raiva e nojo da situação. Além de torcer pela determinação da corajosa protagonista, que decide salvar o máximo de meninas possível, mesmo que sozinha.

A atuação de Rachel Weisz é incrível. Faz com que o espectador sofra com ela, e se sinta mal com a situação, e com a impotência, em alguns momentos, vivida pela personagem. Uma personagem extremamente humana, humilde e correta, que nos faz torcer por ela e por sua luta extremamente real e dura.

O filme é sem dúvida um baque para aqueles que acreditam que vivem em um mundo onde esse tipo de coisa não existe e não acontece. É um alerta para mostrar que ainda existe gente, principalmente mulheres, que são submetidas e enganadas a situações desumanas e humilhantes. Além disso, é uma denúncia às conspirações e corruptos que existem em todos os lugares do mundo e que passam despercebidas por serem acobertadas e para as quais a maioria das pessoas fecha os olhos.

Larysa Kondracki fez um filme para deixar inquieto, sentir raiva, refletir e vontade de ser mais humano. Pois é exatamente sobre isso que o filme trata: humanidade. Um filme para pensar, e mudar.

Por enquanto é só, pessoal. Até a próxima sessão!

Links que contribuíram para esse post: http://www.imdb.com/title/tt0896872/http://www.filmesdecinema.com.br/filme-a-informante-7704/http://www.youtube.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s