Os 5 melhores filmes handmade

Ok, eu confesso que eu não sei se é este o nome, mas tudo bem, vá lá. Na falta de uma nomenclatura correta, resolvi usar o termo “handmade” (ou algo como, “feito a mão”) para descrever estes filmes que entupiram as estreias nos últimos anos. Aqueles famosos filmes pseudo-documentários, ao qual supostamente são feitos para imitar uma gravação real, que explodiram como sucesso depois do fenômeno “A bruxa de Blair”.

Eu sou muito fã desse tipo de filme, dos mais ruins aos mais ousados, então, por isso, resolvi desenvolver a minha lista com os 5 melhores filmes do gênero. Segue:

1 – Troll Hunter

O pessoal ama ou odeia, não há meio termo. Este filme criou fãs e inimigos. Tudo porque, talvez, dessa leva de filmes do gênero, é o único que sai do viés de “terror” e puxa para um lado lúdico, entre a fantasia e a aventura. Justamente por isso, ao meu ver, o filme ganha um caráter especial.

O fato do completo absurdo, da caça a trolls gigantes (e aqueles trolls clássicos da literatura antiga, não os atuais remodelados dos filmes de aventura) e toda a peripécia de misturar o documentário-falso com uma brincadeira – quase ironia – cria um ambiente muito fértil e cheio de ilusões que, por isso, fazem desta uma obra prima genial. Não só isso, os produtores (cheios de humor) lançaram o filme com toda uma brincadeira aonde diziam ser “o maior evento da Noruega”, entre outras coisas, ao qual parecia se tratar da maior produção do universo. Realmente, além do filme em si, toda “aura” criada pelo seu lançamento foi genial.

2 – Paranormal Activity

Eu gostei. Outro que divide opiniões, amado por uns e odiado por outros, é um dos meus preferidos e mais interessantes.

Neste caso, o que me atrai é a sutileza. Além do quesito óbvio, de tentar trazer um realismo “natural” as telas, é o fato de que, durante toda obra original, embora estejamos falando de um tema específico (fantasmas), não se mostra NENHUM espírito no filme. Tudo, mas tudo, que se desenrola durante o filme são pequenos detalhes que, se somados, se nos colocarmos na situação dos personagens, nós estaríamos tão ou mais apavorados que os envolvidos em questão, justamente porque não se precisam de provas visuais para “entender” a aparição da entidade.

3 – Grave Encounters

Este é recente, veio depois da grande “onda” dos filmes do gênero e foi severamente criticado. Recebeu notas horríveis em sites especializados, mas confesso, é um dos meus preferidos.

Gosto muito por dois motivos, principalmente. O primeiro, porque todo o roteiro do filme se desenvolve dentro de um hospital abandonado – completamente assustador – e o ambiente da história cria um clima único e muito bem bolado. O segundo ponto é a intensidade do filme. Muitos sustos, muitos fantasmas, muito terror, é um filme bem frenético que te prende do começo ao fim, te apavorando na maior quantidade de cenas que conseguir.

4 – Blair witch project

O original, aquele que causou uma revolução no gênero. Tirando todos os méritos de ser o primeiro, ainda assim, é um filmaço.

Todo o clima criado, tanto pela obra quanto pelo argumento da realidade (que, na época do lançamento, ninguém sabia se era verdade mesmo, ou não), criam um filme único. Uma história muito boa, que as poucos vai se aprofundando e, com os detalhes, criam um ambiente único e assustador, aonde todos ficam tão tensos quanto os envolvidos e esperam pelo desfecho mirabolante: a bruxa de Blair é real ou lenda?

5 – REC

Talvez o único que não tenha tido polêmica, dos filmes da lista, e seja quase unânime entre os fãs do gênero. REC recebeu toda estima que merecia.

REC teve alguns grandes méritos que o fizeram uma ótima obra. Primeiro, por ter sido o pioneiro do estilo a tratar o tema de zumbis. Além disso, praticamente toda obra se desenvolve no interior de um único prédio pequeno e antigo, um ambiente completamente claustrofóbico e completamente lúgubre, que ajuda a criar um clima muito intenso para o filme. Este fato e a escolha dos personagens para os zumbis, assim como a menina Medeiros, tornam todo desenvolvimento da obra completamente único, com um caráter ao mesmo tempo realista mas completamente apavorante.

Bom, galera. Por enquanto é só. Acompanhem o blog, comentem e continuem seguindo a gente! Boa noite e até a próxima sessão!

Fontes que contribuíram para o post: www.imdb.com, www.youtube.com, www.wikipedia.org

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s