O Hobbit – Uma Jornada Inesperada

Fui à Terra Média, ao Condado, saí numa aventura junto com Bilbo. Pela segunda vez, já que li o livro há um tempo.

hobbit Continuar lendo “O Hobbit – Uma Jornada Inesperada”

Anúncios

Drops: Making Off de O Hobbit

Bom, vocês já leram aqui no blog sobre o filme O Hobbit que está sendo produzido. E também conferiram os 5 vídeos, até então, liberados pelo diretor, Peter Jackson, que mostram os bastidores da produção.

Continuar lendo “Drops: Making Off de O Hobbit”

Filmes e suas continuações

Não tenho nada contra sequências cinematográficas. Somente quando desnecessárias, que quase sempre são.

Após dar uma volta por alguns sites relacionados ao assunto, e ver a quantidade absurda de continuações que estão saindo, sendo produzidas, ou estudadas para serem produzidas é algo que me decepciona, de certa forma.

Não que eu seja contra sequências, acho que quando tem um nexo e um porquê de existirem são totalmente válidas e construtivas para o mundo cinematográfico. Porém quando são feitas, só por que o primeiro deu certo e fez sucesso, por exemplo, não passam de uma grande perda de dinheiro e tempo. Além de queimar o primeiro filme. Isso, pra mim, é falta de criatividade e algo que visa somente o lucro (o que muitas vezes não acontece, visto que a sequencia é uma grande porcaria).

Filmes como Senhor dos Anéis, Harry Potter, Saga Crepúsculo, são totalmente aceitáveis. Não vou citar os filmes do Batman (todos os que foram produzidos até hoje), por exemplo, pois não se tratam exatamente de uma sequência, embora a trilogia de Nolan se encaixe nesse aspecto, mas por um filme ser tão diferente do outro, as “continuações” são totalmente válidas.

Continuar lendo “Filmes e suas continuações”

O Hobbit

Alguns dias atrás, o Lucas fez um post sobre a Trilogia do Senhor dos Anéis, e eu vou aproveitar o gancho para trazer para vocês todas as novidades (que saíram até agora) sobre o filme O Hobbit, também adaptado do livro homônimo de J. R. R. Tolkien.

Para quem não sabe, e não leu o livro, O Hobbit se passa na mesma Terra Média, porém muitos anos antes de o Senhor dos Anéis. Neste livro, o protagonista é Bilbo Baggins, tio de Frodo (Elijah Wood), e narra sua jornada ao lado de 13 anões, em busca do tesouro dos mesmos que foi saqueado. É durante essa aventura, sugerida por Gandalf, que Bilbo encontra o Um Anel.

Continuar lendo “O Hobbit”

Trilogia O Senhor dos Anéis

Gosto muito do trabalho de J.R.R. Tolkien. Sou fã declarado do cara. Na teoria, a argumentação de Tolkien é muito simples: um emaranhado de contos/tradições nórdicos e bretões na mesma história, colocados de maneira que se faça sentido e representem a mesma linha cronológica. Na prática, é muito mais profundo que isso.

Tolkien não apenas jogou um bando de contos ali, não foi um “reaproveitador” ou qualquer coisa do tipo, Tolkien fez disso o seu próprio universo*. Embora suas histórias se baseiem inteiramente sobre uma mitologia já conhecida, a sua interpretação foi tão profunda, rica e detalhista, que há quem a chame de “mitologia Tolkien”. E é neste universo que seus fãs, como eu, fazem a festa. Como exemplo, não estaríamos falando apenas de Frodo na sua missão para destruir o Anel, mas sim em tudo aquilo que cercou sua jornada, com terrenos, condados, personagens secundários, espécies etc.

Continuar lendo “Trilogia O Senhor dos Anéis”

Um Olhar do Paraíso

Um Olhar do Paraíso (The Lovely Bones), filme de Peter Jackson, é adaptado do livro Uma Vida Interrompida de Alice Sabold. A história se passa em 1973, e conta a história de Susan Salmon (Saoirse Ronan – Cidade das Sombras), uma menina que, quando voltava da escola, foi persuadida por um vizinho, George Harvey (Stanley Tucci – O Diabo Veste Prada; O Terminal) a conhecer um abrigo que ele havia construído, e acabou sendo assassinada brutalmente por ele. O desenrolar do filme mostra Susan, entre céu e terra, tentando se comunicar de uma forma única e sensitiva, com seu pai (Mark Wahlberg – Max Payne; Os Infiltrados) e irmãos; e ao mesmo tendo que aceitar e lidar com o fato de estar morta, saber quem a matou e não conseguir contar para sua família. A polícia investiga o crime, mas mesmo falando com o suspeito não o considera um. Com o tempo, Lindsey (Rose McIver – O Piano), irmã de Susan, passa a desconfiar do vizinho; assim como Jack. Susan apenas assiste ao que está acontecendo desta outra dimensão que se encontra, tendo que lidar com diversos sentimentos como raiva, ódio, vingança, tristeza, e a vontade de ajudar sua família.

Continuar lendo “Um Olhar do Paraíso”